Câmara e Senado com mais de 400 projetos voltados ao combate do coronavírus

Sonia Racy

03 de abril de 2020 | 00h22

RODRIGO MAIA E DAVI ALCOLUMBRE. FOTO: LUÍS MACEDO/AGENCIA CÂMARA

RODRIGO MAIA E DAVI ALCOLUMBRE. FOTO: LUÍS MACEDO/AGENCIA CÂMARA

Até ontem à tarde, mais de 240 projetos de lei haviam chegado à Câmara e outros 160 ao Senado. Todos relacionados a ações de combate aos efeitos do coronavírus. A enxurrada de propostas deu uma nova dinâmica ao Congresso e as duas Casas começaram a dividir as matérias por temas e designar relatores.

Esperidião Amin, senador catarinense do PP, por exemplo, foi escolhido para fazer o relatório único dos 12 projetos propondo estender a Renda Básica Emergencial de R$ 600 a outras categorias de trabalhador. Um desses projetos é de Randolfe Rodrigues, senador pela Rede, no Amapá. Ele conseguiu aprovar, no Senado, a extensão desse mesmo benefício a pescadores, motoristas de táxi e de aplicativos, entre outros.

Na Câmara, Rodrigo Maia tem ido pessoalmente ao plenário para comandar as sessões virtuais. Elas estão sendo transmitidas ao vivo, mostrando por um lado cadeiras vazias e, por outro, telas transmitindo deputados diretamente de suas casas. A sessão em que se aprovou o auxílio de R$ 600, por exemplo, durou mais de quatro horas. O presidente da Câmara chegou a agradecer à Apple, ao Google e a empresas de telecomunicações pela parceria. “Se estamos aprovando tantos projetos importantes no combate ao coronavírus é graças ao empenho deles”.

Já Davi Alcolumbre, curado da Covid-19, é quem fará a convocação das próximas sessões e designará relatores dos projetos. O vice, Antonio Anastasia, segue dividindo os trabalhos. O mineiro, aliás, elogiou Paulo Guedes em post no Twitter. “Agradeço a sensibilidade de atender ao nosso ofício”, postou, referindo-se à prorrogação do prazo para a entrega da declaração do IR de pessoas físicas.

Avaliação

Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, está com Covid-19 e se recupera há 12 dias em casa. Maria, sua mulher, foi porta-voz do marido em conversa com a coluna. Contou que o vocalista considera a atuação do governo Bolsonaro na contenção da pandemia “um lixo”. Mas aprova Doria, elogiando a construção dos hospitais de campanha.

Mente sã

O Facebook, Instagram e o Instituto Vita Alere começam hoje parceria para promover a saúde mental durante o isolamento social. Serão cinco materiais de especialistas com o intuito de a todos, inclusive pessoas nos grupos de risco do coronavírus.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: