Câmara aperta os cintos e promete devolução de verbas

Sonia Racy

14 Abril 2017 | 11h52

Milton Leite informou ao prefeito em exercício, Bruno Covas, que vai devolver R$ 30 milhões aos cofres públicos, poupados pela Câmara Municipal no primeiro trimestre deste ano.

Os recursos, segundo informou em reunião ontem, quinta-feira, decorrem do corte dos salários acima do teto legal – medida que afeta 300 funcionários — e também da demissão de 14 servidores celetistas que atingiram a aposentadoria compulsória (75 anos ou mais) e de outros 16 funcionários da TV Câmara.

O presidente da Casa disse que planeja ainda a revisão de todos os contratos internos, o que permitiria reduzir em 15% os pagamentos de serviços. Coisa de R$20 milhões até junho.