Calculadora quebrada

Redação

29 de setembro de 2008 | 08h53

Além da briga com os chineses por preço, a Vale enfrenta pressão interna por aumento do pagamento de royalties sobre minério. Edison Lobão tem conversado com Roger Agnelli sobre o assunto, mas há um impasse, conta o ministro. A Vale diz que já paga 20% de imposto, e o governo acredita que essa conta não passa de 7%. “Alguém tá ruim de matemática”, diz Lobão.

Divergências à parte, estudo feito pela Ernst & Young, a pedido do Ibram, mostra que hoje o Brasil cobra tributos sobre minério de ferro no mesmo nível de seus colegas do Bric.

No quesito royalties, paga 3% quando a China paga 2,5%, Índia 0,7%, Rússia 4,8% e Argentina 3%. No total de impostos somados, Brasil paga 19,7%, China 25,3%, Índia 19,4%, Russia 16,3% e Argentina 19,6%.