Calculadora

Sonia Racy

21 de junho de 2015 | 09h15

Após mais uma fase da Operação Lava Jato anteontem,acoluna fez um levantamento no Portal da Transparência para saber o quanto as empresas dos executivos que passaram por Curitiba – uns foram soltos, outros continuam presos,outros estão em prisão domiciliar – receberam do governo Dilma somente em 2014.

Por trabalhos relativos ao mega projeto de R$ 30 bilhões da Marinha– que prevê a construção de quatro submarinos convencionais, um submarino de propulsão nuclear, um estaleiro e uma base naval em Itaguaí, no Rio – entrou no caixa da Odebrecht R$ 1,1 bilhão.

Calculadora 2

A Camargo Corrêa aparece em segundo lugar, com R$ 546 milhões – recursos para obras na ferrovia Norte-Sul e na duplicação do trecho sul da BR-101. Também no ano passado, a Mendes Junior recebeu R$ 390 milhões e a Queiroz Galvão outros R$ 250 milhões – a maior parte destinada às obras de Transposição do Rio São Francisco. Já a Galvão Engenharia (R$ 364 milhões)e a Andrade Gutierrez (R$ 132 milhões) foram pagas por obras na ferrovia Oeste-Leste, na Bahia. O governo também pagou R$ 61 milhões à OAS e outros R$ 41 milhões para a Engevix.

Calculadora 3

A UTC não recebeu recursos do governo federal. A somados desembolsos acima, feitos pelo governo ano passado, é de… R$ 2,9 bilhões – 3% dos R$ 95 bilhões de gastos diretos com empresas, pessoas físicas e outros.

Tendências: