Cai ou não cai?

Redação

30 de novembro de 2008 | 06h43

Há exatos 19 meses a síndica de um prédio de Higienópolis pediu à Prefeitura o corte de uma palmeira que ameaçava cair sobre o prédio vizinho. Por fim, apareceu um fiscal – para avisar que é preciso pedir laudo do pessoal do Meio Ambiente, “o que demora uns três meses”.

Será que a palmeira, no 484 da Dona Veridiana, agüenta de pé tanta burocracia?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.