Cadê a punição?

Redação

29 de setembro de 2008 | 08h52

Percepção geral, irrestrita e mundial: os tempos de bônus do sistema financeiro terminaram. Parte da crise internacional se deve à “criatividade” dos executivos-loucos-por-bônus, mais impunidade.

Manuel Felix Cintra Neto, ex-BM&F – por exemplo -, não entende por que o governo americano não está condicionando sua ajuda à punição de quem gerou esta complicadíssima situação. “No nosso Proer, os bancos foram salvos, mas seus administradores, não.”

Tendências: