Cada um é cada

Sonia Racy

25 de março de 2010 | 08h41

Ideias é que não faltam ao governo Lula. Depois de Edison Lobão ter anunciado que o Brasil vai criar estatal de fertilizantes, anteontem foi a vez de Reinhold Stephanes defender no Senado, a criação de um órgão que coordene o segmento. Para o ministro, ele precisaria ter inteligência, capacidade e não mais que 50 pessoas.

Fica a pergunta: Lula quer uma estatal com muitos funcionários e investimentos ou um órgão regulador pequeno?

Tendências: