Cada um com…

Sonia Racy

20 de fevereiro de 2015 | 01h06

Que a ausência de Márcio Thomaz Bastos causou apagão nas estratégias jurídicas do PT, todo mundo sabe. E ninguém duvida de que muitos advogados almejam seu posto. Mas um nome começa a despontar nessa corrida.
O de Sérgio Renault, que pode ocupar esse posto na defesa de empresas na Lava Jato.
…seu cada qual

SR chefiou o Departamento Jurídico da Casa Civil entre 2005 e 2006, sob ordens diretas de Dilma.
E parece que não teve dificuldades em ser recebido, mesmo que por um só minuto, a título de “como vai?”, na antessala do Ministério da Justiça por José Eduardo Cardozo, conforme tem contado o ministro – que jura não terem conversado sobre a Lava Jato.
Cada um 2

Renault, hoje advogado da UTC, teria ido acompanhar o ex-deputado Sigmaringa Seixas, muito amigo de ambos, e esperou acabar a conversa para cumprimentar Cardozo.
Seixas e SR haviam almoçado juntos pouco antes. Não devem, claro, ter conversado sobre a operação que mantém empreiteiros na carceragem de Curitiba.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: