Caça aos caças

Sonia Racy

01 de setembro de 2015 | 00h13

Depois de lamentar a perda da venda de 36 supercaças Rafale ao Brasil – em dezembro de 2013 – e de comemorar em seguida a encomenda de 126 deles pela Índia, o presidente da França, François Hollande, caiu de paraquedas na real. O governo indiano informou também que está desistindo do negócio.

São cerca de US$ 13 bilhões que deixarão de entrar na caixinha. A esperança de Paris, agora, é finalizar a venda a vários países do Oriente Médio.