Cabra-cega 2

Sonia Racy

14 de setembro de 2011 | 23h08

Indagado, o TJ-SP responde que os réus provenientes de prisão têm escolta da PM. Também são revistados na penitenciária e na carceragem do fórum. Por isso, a “eventual falha dos detectores de metal não guarda relação lógica com o agravamento do risco”.

O TJ argumenta, ainda, que o expediente é suspenso na hipótese de apagão por um período que possa colocar em risco os ocupantes do fórum. Portanto, a compra de geradores não vale o custo-benefício.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: