Cabo 2

Sonia Racy

11 de janeiro de 2011 | 23h11

O MP, que conseguiu o fechamento do templo por cinco meses, entrou com pedido para cassar liminar que o mantém aberto. “As instalações são tão provisórias que são usados banheiros químicos “, diz a promotora Mabel Tucunduva.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: