Cabeça, coração

Redação

29 de janeiro de 2010 | 09h07

Peréio se emocionou com a declaração, ao Estado, de Mário Bortolotto, baleado em dezembro. Ele disse não ter visto nem Deus nem o diabo durante o coma, só Peréio. “Mostra que estou vivo no coração dele”, avisa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.