Brincante

Sonia Racy

04 Dezembro 2014 | 01h02

Mesmo feliz com a estreia de filme de Walter Carvalho sobre sua obra, Antonio Nóbrega viu ser selado, ontem, o destino do Brincante. Ao fim de sete meses de disputa para se manter no imóvel da Rua Purpurina – o dono vendeu a casa a uma incorporadora –, o centro cultural terá de sair até fim de 2015.

Brincante 2

O espaço, entretanto, não vai morrer. Mudará para a casa… vizinha – pertencente ao próprio Nóbrega e sua mulher, onde fica, hoje, a administração do grupo.