Polícia x Ouvidoria

Sonia Racy

11 de junho de 2016 | 00h18

Ex-chefe da PM e deputado estadual, Coronel Camilo não tem gostado nada das declarações do ouvidor das polícias paulista, Julio Cesar Fernandes Neves – e resolveu pedir a Alckmin que o afaste do cargo. O ofício chegou ontem ao Bandeirantes.

Motivo? Segundo Camilo, o ouvidor tem feito declarações preconceituosas e sem conhecimento dos fatos.

Briga 2

Entre os exemplos que menciona estão as críticas de Neves à ação policial na desocupação das escolas – que ele chamou de truculenta – e ao episódio em que morreu o menino de 10 anos baleado após suposto roubo de carro – quando disse que a polícia agiu com despreparo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: