Briga de cachorro grande

Redação

16 de dezembro de 2008 | 06h00

Quem diria. José Serra e Alberto Goldman conseguiram fazer com que Cláudio Vaz topasse entrar para a vida pública. E o presidente da nova Agência de Investimentos do Estado tem planos, mesmo em um momento como este, quando se imagina que os investidores sumiram com a crise.

São Paulo, a seu ver, sempre teve postura reativa. “Agora, não mais”. Exemplo? Na sua matriz industrial, o Estado não abriga uma só empresa do setor naval.

Sérgio Cabral que se cuide.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: