Braços abertos

Redação

26 de fevereiro de 2010 | 08h47

O Rio recebe, até o fim do ano, grande quantidade de armas. A previsão não é da polícia nem dos bandidos, e sim… do pessoal de cinema.

Estão chegando à cidade três grandes produções americanas, “que exigirão grande importação”, explica o presidente da Rio Film Comission, Steve Solot.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.