Bolsonaro diz que deve encontrar Trump em março

Bolsonaro diz que deve encontrar Trump em março

Sonia Racy

03 Dezembro 2018 | 00h06

 

 

JAIR BOLSONARO EM CONGONHAS . FOTO DENISE ANDRADE

Muito à vontade num look torcedor, com tênis, camisa do Palmeiras e óculos, segundo ele, de 2 graus, Jair Bolsonaro chegou ao hangar presidencial de Congonhas no domingo à noite, por volta de 20hs e 30 para voltar ao Rio — depois de ver o Palmeiras vencer o Vitória, à tarde, e ajudar a entregar as faixas de campeão aos jogadores no Allianz Parque.

Enquanto aguardava o voo, que só sairia às 21h50, comendo castanha do Pará, o presidente eleito falou com exclusividade à fotógrafa da coluna Denise Andrade que conseguiu acesso ao setor onde ele estava.

Indagado se vai se encontrar com o presidente Donald Trump, disse que “só em março, depois da cirurgia”. Não fosse o atentado que sofreu em Juiz de Fora, esse encontro até poderia ter ocorrido neste fim de semana em Buenos Aires, visto que o presidente eleito foi convidado por Temer para acompanhá-lo ao encontro do G-20.

Sobre o atentado em Juiz de Fora, comentou que “a faca estava muito enferrujada e isso complicou”. A propósito do ataque, acrescentou: “Não morri por 3 centímetros”.