Bolsonaro deve ter agradado ao nomear nove vice-líderes, diz cientista político

Sonia Racy

13 de março de 2019 | 01h00

JAIR BOLSONARO

JAIR BOLSONARO. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

A quem pede a Bolsonaro que procure governar “com os políticos” deve ter agradado a decisão do presidente, divulgada ontem no DOU, nomeando nove vice-líderes do governo no Congresso. Eles pertencem… a oito partidos. E são originários de cinco Estados e do DF.

Fernando Abrucio, cientista político, acredita que Bolsonaro “parece dar-se conta, aos poucos, de que tem de fortalecer sua base parlamentar e aproximar-se do Congresso para aprovar reformas”.

“Estaria entendendo que sem partidos não se governa”, concluiu Abrucio.

Leia mais notas da coluna:
Metade dos R$ 100 bi do pré-sal pensados por Guedes podem ficar na Petrobrás
Candido Bracher foi surpreendido com depoimento publicado no Instagram

Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaro