Bolsonaro cobra advogados por mais rapidez em construção do Aliança pelo Brasil

Sonia Racy

19 de novembro de 2020 | 00h50

BOLSONARO – FOTO EVARISTO SÁ/AFP

 

 Com desempenho fraco de seus aliados nas eleições deste ano, Jair Bolsonaro está cobrando dos advogados Luis Felipe Belmonte e Admar Gonzaga mais celeridade na construção do partido Aliança pelo Brasil.

O presidente não entende porque Gonzaga conseguiu montar o PSD de Gilberto Kassab em um curto espaço de tempo e não repete o feito com o Aliança.

Consultado, Gonzaga explicou que além das novas restrições do Congresso, a pandemia fechou cartórios eleitorais de forma presencial por sete meses o que atrasou o processo de conferência das assinaturas e dos títulos válidos. “Na época da criação do PSD e da Rede, a avenida para se criar um partido era mais larga e agora ela é mais estreita.”

 Repartido 

O PSB nacional soltou uma orientação para o partido apoiar Manuela D’Ávila no segundo turno em Porto Alegre. Já o apoio da legenda, de Marcio França, em SP a Guilherme Boulos é improvável.

Ganha-pão 

Policiais Federais reclamam que, nas fronteiras e nos portos, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal exercem atividades de controle e fiscalização que são da categoria.

Para falar sobre isso, a Federação Nacional dos Policiais Federais se reuniu com a alta cúpula da PF, segunda-feira, pedindo providências para criação de lei especificando atribuições da PF.

Cult 

Chico Brown, filho de Carlinhos Brown e neto de Chico Buarque, Theo Bial, cujo pai é Pedro Bial, e Chico Chico, filho de Cássia Eller, são algumas das atrações do festival Somamos, que acontece em espaço ao ar livre do Teatro Prudential.

 Cult 2 

“Precisam de espaço para os jovens mostrarem suas veias artísticas”, explica Luiz Calainho, sócio da empreitada, Os shows vão até o dia 28 e terão transmissão online.

 Compromisso  

Em comemoração ao dia da Consciência Negra, a Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores formalizou compromisso com o Movimento antirracista AR, do reitor José Vicente. Após o treinamento dos cerca de 600 mil vigilantes de todo Brasil, empresas t receberão a certificação Segurança Sem Preconceito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: