Bola fora

Sonia Racy

26 de abril de 2015 | 01h05

O Santos entra em campo hoje, contra o Palmeiras, com uma derrota… nos tribunais. A Justiça do Trabalho acaba de decidir que foi fraudulento um contrato assinado em branco por um jogador – o lateral direito Denis Souza–, em 2006.

A intenção do clube era que o contrato valesse depois de terminado o primeiro, caso isso interessasse ao clube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: