Bola dividida

Sonia Racy

11 de janeiro de 2014 | 01h08

Tudo indica que Palmeiras e WTorre irão mesmo à câmara de arbitragem – última chance para que as partes resolvam suas diferenças quanto à administração das cadeiras do Allianz Parque.

Fonte da coluna afirma, porém, que, “pelo andar da carruagem, ninguém vai ceder”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.