Bóia de Salvação

Redação

18 de dezembro de 2008 | 06h00

Se a Corte Federal de Falências dos EUA repetir sentença judicial dada em maio, os investidores que colocaram dinheiro no fundo de Bernard Madoff poderão comemorar.
A corte determinou, na quebra fraudulenta do hedge-fund Bayou, de Connecticut, que os investidores que tiraram dinheiro das aplicações antes da descoberta da fraude devolvessem todo o seu lucro. Quem aplicou US$ 1 bilhão, por exemplo, e anos depois tirou US$ 1,5 bilhão, tem hoje que devolver US$ 500 milhões para a massa falida.

Para quê? Para pagar outros investidores.

Essa informação já corre solta entre os múltiplos aplicadores brasileiros do fundo de Madoff – que acabou preso depois de sua “pirâmide” desabou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: