Boca de siri

Sonia Racy

23 de julho de 2010 | 18h26

Se a operação de capitalização da Petrobrás não sair em setembro, periga Sérgio Gabrielli ter que ficar mudo até o fim do ano.

Respeitando exigência da CVM, o presidente da estatal está em período de silêncio desde o dia 23 de junho, em consequência da operação financeira inicialmente marcada para julho.

Mais conteúdo sobre:

Sérgio Gabrielli; Petrobrás