Bloody…

soniaestadao

23 de outubro de 2014 | 01h10

Às vésperas do segundo turno, a associação das corretoras achou por bem enviar, ontem, pequeno lembrete a suas associadas com as regras do circuit breaker – mecanismo utilizado pela BM&F Bovespa para casos de movimentos bruscos no preço das ações no mercado.

Pura ansiedade com os pregões de amanhã e depois.

…friday…

Diz a norma que, quando o Ibovespa atingir limite de baixa de 10% (em comparação ao dia anterior), os negócios serão interrompidos por meia hora. Reaberto o pregão, se houver oscilação negativa de até 15%, a interrupção se dá por mais uma hora.

Voltando a funcionar, com queda de 20%, ocorre suspensão dos negócios por prazo a ser definido pela Bolsa. No caso de mercados futuros, a flutuação considerada vale também para cima.

…and monday

Do seu lado, as corretoras estão se precavendo contra oscilações. Como? Aumentando, significativamente, amanhã e segunda-feira, a exigência de garantias para operações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.