Big verdade

Sonia Racy

13 Abril 2011 | 23h02

Depois de questionar, do palco, “como o brasileiro pode ter alto padrão na escrita e leitura se o carro-chefe é assistir BBB”, Pasquale Cipro Neto gerou burburinho da plateia na Bienal do Livro, anteontem, em São José dos Campos. Estava lá o repórter do BBB.

Pasquale não se intimidou: “Peço-lhe desculpas, mas não retiro uma palavra sobre o BBB, cujo participantes têm inteligência inferior a de uma ameba. Que a ameba me perdoe”. Nossa.