Big brother back

Redação

09 de janeiro de 2009 | 06h00

A descoberta, pela polícia, de uma quadrilha que grampeava telefones de políticos para vender informações, nem de longe acabou com a novela. Uma das principais vítimas, o tucano José Aníbal, passou o dia ontem com seu telefone celular inteiramente mudo.

E o presidente do PT, Ricardo Berzoini, radicalizou. Quem ligava ontem para seu celular ouvia um cauteloso alerta: “Por favor, não deixe recado. Ligue para a sede nacional do PT.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.