Berçário

Sonia Racy

03 de fevereiro de 2012 | 23h09

Ainda não chegamos ao índice de mortalidade infantil da ONU. Mesmo assim, Alexandre Padilhaficou feliz, esta semana, ao saber que o Brasil registrou 16,8 óbitos por mil habitantes no ano passado.

Para as Nações Unidas, o máximo aceitável é 14,4.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: