Bem calculado

Sonia Racy

31 de março de 2012 | 01h05

Em lançamento de livro, semana passada, em Brasília, Chalita encontrou-se com Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, e atirou: “O senhor vota onde?”.

Surpresos com a pergunta, pessoas que estavam na roda da conversa, inclusive Dias Toffoli, alertaram que o candidato à Prefeitura de SP poderia ser acusado de propaganda eleitoral antecipada.

Chalita despistou, arrancando risos: “Mas eu não pedi voto!”.

Calculado 2

Aliás, Chalita, que foi seminarista, e Toffolli, que tem um irmão padre, conversavam longamente sobre a história da Igreja Católica.

Papo vai, papo vem, Chalita propôs escreverem um livro juntos sobre o assunto. O ministro do STF não respondeu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: