Beleza no futuro

Beleza no futuro

Sonia Racy

23 de novembro de 2014 | 01h10

Foto: Richard Skins

Robér Bachinski, cientista da Universidade Federal Fluminense, ficou emocionado ao ganhar o Lush Prize – na categoria Jovem Pesquisador, em Londres, semana passada. Primeiro brasileiro a levar para casa o prêmio da Lush, dedicou a homenagem a estudantes brasileiros que lutam contra testes em animais no Brasil e na América Latina. A iniciativa da marca de cosméticos foi criada há três anos para incentivar pesquisas que substituam o uso de bichos por métodos alternativos. Praticante da dieta vegana há alguns anos, Bachinski afirma que esse é um processo irreversível: “Acredito que, no futuro, ninguém fará pesquisas com animais”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.