Bebianno afirma que se sair do governo, não o fará atirando

Sonia Racy

16 de fevereiro de 2019 | 00h30

GUSTAVO BEBIANNO. FOTO: WILTON JUNIOR / ESDTADÃO

A pelo menos um interlocutor ontem, Gustavo Bebianno assegurou que caso tenha que sair do governo, não o fará atirando. “Eu não preciso disso, é o Jair que está atirando em si próprio”.

O fato é permanência definitiva dele no governo ainda está longe de garantida, seja por vontade própria, seja por decisão do Planalto. O processo de desgaste deflagrado por Carlos Bolsonaro e impulsionado pelo próprio presidente – no qual Bebianno foi chamado publicamente de mentiroso – não tem volta.

Leia mais notas da coluna:
Militares querem convencer Bolsonaro da necessidade de ‘neutralizar’ filhos
+ Diretor homenageia Mario Cravo Neto em festival

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: