BC decide falência do Cruzeiro do Sul

Sonia Racy

11 de agosto de 2015 | 16h43

O BC anuncia amanhã a falência formal do Banco Cruzeiro do Sul. O pedido foi feito por Eduardo Bianchini, liquidante do banco, no fim de julho. Interventor escolhido para tocar o processo? Vânio Aguiar, o mesmo à frente da massa falida do Banco Santos e que se tornou inimigo mortal de Edemar Cid Ferreira, dono da instituição financeira.

O Cruzeiro do Sul entrou em liquidação judicial em setembro de 2012 por decisão do BC. A Justiça chegou a manter os controladores presos por um mês. Números oficias mostram que o ativo total do banco soma R$ 4 bilhões e o passivo, R$ 8,2 bilhões. Resultado: o Patrimônio Líquido está negativo em R$ 4,2 bilhões.