Bar Balcão adota divisórias entre clientes chamadas de ‘copanzinhos’

Bar Balcão adota divisórias entre clientes chamadas de ‘copanzinhos’

Sonia Racy

19 de novembro de 2020 | 00h45

CHICO MILLAN E TICHA GREGORI IARA MORSELLI/ESTADÃO

Se adequando ao ‘novo normal’, Chico Millan e Ticha Gregori adaptaram seu Bar Balcão para voltar a receber amigos e clientes. “Resolvemos reabrir de uma forma em que as pessoas se sintam bem e protegidas. Daí surgiu a ideia do Copanzinho, que são essas estruturas transparentes, que separam os clientes”, conta Chico. “A inspiração veio dos bares do Japão. Vendo fotos, pedi para um primo, o Fabio Taccari, criar as estruturas e a base é o logo do Bar, desenhado por nossa filha, Ana Millan”, emenda Ticha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: