Bancos: sangria de R$ 170 bi

Redação

05 de março de 2009 | 17h22

Os bancos resolveram dar um basta às ações judiciais que vêm perdendo no Superior Tribunal da Justiça (STJ). O Tribunal vem considerando vários planos econômicos como “inconstitucionais”. Que fizeram? Entraram hoje com ação direta no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo para que a Corte considere estes planos como constitucionais.

“Pretendemos estancar uma sangria que pode chegar a R$ 170 bilhões”, informou hoje, de Paris, o advogado Sergio Bermudes que juntamente com Marcio Thomaz Bastos e Arnold Wald, assinam a petição em nome da Confederação Nacional do Sistema Financeiro, a Consif.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.