Banco público

Banco público

Sonia Racy

23 de março de 2014 | 01h06

Foto: André Godoy

Hugo França acaba de embarcar para o Canadá – onde produzirá peças que serão expostas como arte pública na Bienal de Vancouver. Conhecido por seu trabalho grandioso com o que chama de “resíduos florestais”, o designer está focado agora no viés coletivo de sua arte: “As obras ficarão lá por dois anos, e a proposta dos curadores tem tudo a ver com meu projeto de mobiliário público”, afirma Hugo, que já desenha peças para Nova York e tenta viabilizar, em São Paulo, o projeto de obras com reaproveitamento de resíduos florestais em esculturas mobiliárias e formação de mão de obra. Ele também está em cartaz com exposição individual em Miami, no Fairchild Tropical Botanic Garden – aberta durante a última edição da Art Basel na cidade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.