Banco Central vai regular?

Redação

16 de outubro de 2008 | 09h04

As especulações que as empresas de exportação fizeram com o câmbio, no mercado de balcão, levaram o BC a estudar maneira de impor limites e exigir maior transparência. Coisa pela qual a BM&F – hoje BM&FBovespa – briga há anos.

Lembrado sobre o assunto, ontem, Manuel Felix Cintra Neto, ex-dirigente da bolsa, acha que desta crise fica a lição. “Operações de derivativos (mercados futuros) têm que ser feitas em bolsa. Isso dá transparência e segurança a todos, que podem saber o que é o quê”, frisou.

Há resistências. Afinal, a bolsa exige contraparte. Cada vez que ela oscila, o investidor tem que dar garantias.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: