Back to the future

Sonia Racy

05 Julho 2016 | 01h45

Durante sua fala ontem, na cerimônia de abertura do Global Agribusiness Forum 2016, em SP, Temer lembrou aos presentes – mais de mil pessoas ligadas ao setor – que sua relação com a terra é antiga e familiar. “Tenho intimidade com a agricultura. Meu pai, imigrante, veio ao Brasil e conseguiu comprar terra onde plantávamos milho e café”, lembrou o presidente em exercício, nascido em Tietê, no interior de SP.

A manifestação de Temer se transformou em esperança para Gustavo Junqueira, da Sociedade Rural Brasileira. “Mesmo sendo estrangeiro, o pai de Temer pôde adquirir terras e, assim, prosperar. Estamos tentando voltar a oferecer essa possibilidade”, contou o organizador do manifesto pró-Temer, assinado por 46 entidades do setor agrícola.

Back 2

É fato que, durante o governo FHC, as restrições para compra de terra por empresa brasileira controlada por estrangeiro – impostas na década de 50 – foram suspensas.

Em 2011, retornaram pelas mãos do governo Dilma.