Avis rara

Redação

09 de janeiro de 2009 | 06h00

Nicolas Sarkozy, que deve visitar a Nova Caledônia este ano, tem um xodó na ilha: o projeto Goro Nickel, da Vale.

Pelo menos a um interlocutor o presidente francês destacou que Goro é a prova de que é possível conciliar projeto industrial com proteção ambiental. Referia-se, ao recife de corais da região, tida como patrimônio mundial pela Unesco.

Ao custo US$ 3,2 bilhões, o projeto deve entrar em operação no fim deste ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.