Audição para musical busca um novo e raro Ney Matogrosso

Audição para musical busca um novo e raro Ney Matogrosso

Paula Bonelli

04 de junho de 2022 | 05h00

O ator Renan Mattos que é candidato a interpretar Ney Matogrosso. Foto: Tiago Queiroz

O ator Renan Mattos que é candidato a interpretar Ney Matogrosso. Foto: Tiago Queiroz

A vaga para interpretar Ney Matogrosso em musical despertou o interesse de mais de 200 atores de várias regiões do Brasil. Dentre eles, apenas 16 foram selecionados para participar da audição, que aconteceu no início da semana na escola de Fernanda Chamma, no Morumbi, em SP. Em um dos exercícios, os atores organizados em círculo, um por vez, começavam a cantar e caminhar na direção do outro: “Eu juro que é melhor. Não ser o normal. Se eu posso pensar que Deus sou eu” soltando mais a voz no “uh, uh”.

O principal para a banca examinadora do musical “Ney Matogrosso – Homem com H”, neste momento, era captar aqueles que tinham o contratenor, registro vocal agudo muito raro como o de Ney. “Dentro do teatro musical não é uma tarefa fácil achar um contratenor. Selecionamos os que tinham um trabalho de corpo também interessante. Ney tem essa expressão corporal única que não é de bailarino profissional, é totalmente intuitiva e desconstruída”, diz a diretora e autora Marília Toledo. Ela tem conversado com o astro sobre o texto da peça, pois acha importante que ele se sinta representado no espetáculo.

O ator Cleomácio Inácio, 29, encarnou Ney brigando com Cazuza durante a audição. “Ney quando está nervoso tem uma coisa contida, ele é expressivo, mas não explosivo, é em um outro lugar.” Ainda não se sabe o resultado do teste. Com estreia prevista para 9 de setembro no teatro 033 rooftop no Shopping JK, o musical vai contar momentos marcantes da trajetória do cantor, de 80 anos. A relação com o pai, que não aceitava seu lado artístico, e também a vida com o ex-marido Marco Maria, morto em decorrência da Aids.

 

Bloco de notas

RESISTÊNCIA. A partir de hoje o Memorial da Resistência de São Paulo, localizado no antigo prédio do Deops, abrigará a exposição Memórias do Futuro: Cidadania Negra, Antirracismo e Resistência. A curadoria é do sociólogo e escritor Mário Augusto Medeiros da Silva. Entrada gratuita.

INTERIOR. O Grupo Sabin de medicina diagnóstica acaba de anunciar avanço para mais uma cidade no interior de São Paulo, Bauru. Agora, a empresa possui operações em 16 cidades do Estado.

EDUCAÇÃO. O Colégio Bandeirantes, um dos mais tradicionais de São Paulo, abriu as matrículas do seu ensino Fundamental 1. Em quase 80 anos de existência, essa é a primeira vez que a instituição oferta vagas para essa fase. O Bandeirantes também lançou seu novo site voltado para este público e uma campanha publicitária, assinada pela agência 35, sobre o tema Sonhos do Tamanho do Mundo.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ney MatogrossomusicalShopping JK

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.