Atchiiimm!

Sonia Racy

16 de dezembro de 2015 | 01h50

Uma nova modalidade no setor de planos de saúde vem crescendo exponencialmente no Brasil. Boa parte das seguradoras arrumou uma maneira de driblar as regras da ANS para contratos individuais – que são totalmente rígidas.

Esse jeitinho usa planos empresariais para até cinco pessoas, os chamados PMEs (para Pequena e Média Empresa), que são vendidos para microempreendedores individuais – os MEIs.

Como funciona? O interessado se dispõe a abrir sua microempresa nessa categoria (muitas vezes é o atendente que faz isto por ele, na RF) e contrata o plano empresarial.

Entretanto, o que as seguradoras não avisam ao cliente mas está no contrato é que, nessa modalidade, elas podem cancelar unilateralmente o plano uma vez por ano e estão liberadas pela ANS para reajustar a mensalidade com maior liberdade.

Atchiiimm 2

Foi o que ocorreu recentemente com o ex-deputado João Mellão Neto, que teve plano de saúde empresarial cancelado unilateralmente pela operadora – que, por lei, tem essa prerrogativa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.