Asfixia

Sonia Racy

10 de dezembro de 2010 | 16h03

As cinco empresas de gás multadas em R$ 2,3 bilhões pelo Cade, no caso “Cartel do Oxigênio”, tiveram um respiro. Uma delas, a Linde, obteve, anteontem, liminar do STF que suspende o processo inteiro.

Fernando Castelo Branco e Patricia Wagman, advogados da Linde, conseguiram o direito de reapresentar a defesa. Questionarão a maneira como as provas foram produzidas: via denúncia anônima, escuta telefônica e busca e apreensão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: