As feiras ‘MADE’ e ‘ArPa’ transformam o Pavilhão Pacaembu na ‘casa das artes’ em junho

Direto da Fonte

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.

Waldick Jatobá e Camilla Barella. Foto: Silvana Garzaro

Waldick Jatobá e Camilla Barella, organizadores das feiras de arte MADE e ArPa, que acontecem paralelamente

de 2 a 5 de junho, no Pavilhão Pacaembu, posaram juntos para anunciar as novidades. A primeira edição da ArPA, que conta com 45 galerias, vai receber o artista moçambicano Mário Macilau para apresentar uma série de fotografias.

A vinda de Macilau é patrocinada pelo Instituto Inclusartiz, presidido por Frances Reynolds. Além disso,  uma conversa entre o japonês Kishio Suga e o brasileiro Paulo Monteiro será uma das atrações. Os dois artistas plásticos são representados pela Mendes Wood.  Já a MADE trará 80 expositores e grandes nomes do mobiliário vintage, como Janete Costa, Sergio Rodrigues e Lina Bardi.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Bloco de Notas 

1 – MEA-CULPA. Em jantar organizado pela Esfera Brasil em SP, o presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que Bolsonaro chegou à Presidência porque “nós fracassamos no governo” do PT. “E nós erramos. Eu digo nós porque fui ministro.”

2 – ERRO FATAL. Segundo Lupi, entre os muitos erros do governo petista, o fatal foi achar “que pelo poder vale tudo.”

3 – PREVISÃO. Sobre o atual presidente, Lupi teria dito que o “prazo de validade” de Bolsonaro termina ainda antes da eleição. “Eu acho que ele vai ser preso quando sair da Presidência República.”

Me conta um segredo… 

O último desejo da influencer Thai de Melo

“Eu tenho um grupo de amigas e nele já organizei meu velório. Elas sabem como eu quero ser enterrada, já estão brifadas para estarem bem arrumadas e não felizes – quero todo mundo bem triste e bem vestido. Elas inclusive já selecionaram os looks que querem ficar depois da minha partida. Tenho medo das minhas roupas não terem um final feliz.”

Waldick Jatobá e Camilla Barella. Foto: Silvana Garzaro

Waldick Jatobá e Camilla Barella, organizadores das feiras de arte MADE e ArPa, que acontecem paralelamente

de 2 a 5 de junho, no Pavilhão Pacaembu, posaram juntos para anunciar as novidades. A primeira edição da ArPA, que conta com 45 galerias, vai receber o artista moçambicano Mário Macilau para apresentar uma série de fotografias.

A vinda de Macilau é patrocinada pelo Instituto Inclusartiz, presidido por Frances Reynolds. Além disso,  uma conversa entre o japonês Kishio Suga e o brasileiro Paulo Monteiro será uma das atrações. Os dois artistas plásticos são representados pela Mendes Wood.  Já a MADE trará 80 expositores e grandes nomes do mobiliário vintage, como Janete Costa, Sergio Rodrigues e Lina Bardi.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Bloco de Notas 

1 – MEA-CULPA. Em jantar organizado pela Esfera Brasil em SP, o presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que Bolsonaro chegou à Presidência porque “nós fracassamos no governo” do PT. “E nós erramos. Eu digo nós porque fui ministro.”

2 – ERRO FATAL. Segundo Lupi, entre os muitos erros do governo petista, o fatal foi achar “que pelo poder vale tudo.”

3 – PREVISÃO. Sobre o atual presidente, Lupi teria dito que o “prazo de validade” de Bolsonaro termina ainda antes da eleição. “Eu acho que ele vai ser preso quando sair da Presidência República.”

Me conta um segredo… 

O último desejo da influencer Thai de Melo

“Eu tenho um grupo de amigas e nele já organizei meu velório. Elas sabem como eu quero ser enterrada, já estão brifadas para estarem bem arrumadas e não felizes – quero todo mundo bem triste e bem vestido. Elas inclusive já selecionaram os looks que querem ficar depois da minha partida. Tenho medo das minhas roupas não terem um final feliz.”

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato