Aritmética

Sonia Racy

25 de novembro de 2015 | 01h40

A vitória de Mauricio Macri na Argentina e a iminente derrota eleitoral de Nicolás Maduro na Venezuela, em dezembro, apontam, segundo Rubens Ricupero, uma “mudança da maré” no continente ditada mais pela economia do que pela ideologia – e que afetará bastante o Brasil.

De que forma? “O País está isolado e defasado. E já não é tão fácil aderir à maioria bolivarianista. De imediato, por exemplo, terá de escolher entre Caracas e Buenos Aires.”

Aritmética 2

“Era evidente a ligação entre programas populistas e altos preços de commodities”, diz o embaixador. “Esse ciclo acabou. Há hoje um excesso de oferta de petróleo de 3 bilhões de barris. E a China não voltará a crescer de 9% a 10% para comprar de tudo”.

Tendências: