Arestas outras

Redação

20 de dezembro de 2009 | 06h52

Murmura-se, entre desembargadores paulistas, que Fausto de Sanctis foi afastado do processo MSI-Corinthians não só a pedido de advogados que viram parcialidade em seu despacho.

É que haveria gente contra sua decisão de remeter a ONGs beneficentes recursos dos leilões da PF com bens apreendidos. Que, em tese, pertencem à União.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.