Arena de guerra

Sonia Racy

20 de maio de 2014 | 01h01

Tem tudo para ser tensa a reunião de conselho do Corinthians, hoje. A oposição a Mario Gobbi pretende usar promessa não cumprida pela direção do Timão para chacoalhar o ambiente.

É que, para conseguir a liberação dos incentivos fiscais da Prefeitura e o empréstimo do BNDES, o conselho foi convencido a aprovar as contas do clube em 2013 – que dependiam de uma série de documentos, ainda não entregues pela diretoria.

A conferir.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: