Areião

Sonia Racy

07 de dezembro de 2013 | 01h04

Prefeituras de sedes litorâneas da Copa do Mundo já começam a fazer as contas. É que a Comissão de Turismo da Câmara acaba de regularizar a profissão de… bugreiro. Salário-base? R$ 1.356.

Trata-se do motorista de buggy – aquele carrinho que acelera pelas dunas com toda sorte de turistas a bordo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: