Ar

Sonia Racy

24 de janeiro de 2011 | 17h00

O veto da Aeronáutica aos pousos sob chuva no aeroporto de Ribeirão Preto, principal terminal do norte do Estado, está mantendo no chão grande parte da frota regional de aviões executivos. Não é pouca coisa: as matrículas superam as duas centenas.

No pátio, preciosidades como um jato de duas turbinas com interior todo desenhado pela Louis Vuitton. Coisa de usineiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: