Aquela Força

Redação

17 de outubro de 2008 | 08h46

O Conselho de Ética da Câmara deu uma forcinha involuntária para Paulinho da Força, que está engajado na campanha de Marta.

Adiou o depoimento de sua mulher, Elza Pereira, da ONG Meu Guri, suspeita de integrar esquema de desvio de verbas do BNDES.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: