Após encontrar Doria, Ricardo Nunes ficou trabalhando de casa

Sonia Racy

17 de julho de 2021 | 00h50

 

O prefeito Ricardo Nunes. Felipe Rau/Estadão

Ricardo Nunes teve que ficar três dias no ‘estaleiro’ após encontrar Doria, na quinta-feira, no evento que apresentou os patrocinadores da Fórmula 1. Não testou positivo para covid-19, como o governador, mas mesmo assim foi aconselhado a ficar em casa.

“Estou de castigo”, disse ontem à coluna por telefone.

Direto de casa

Desde que assumiu o cargo após a morte de Bruno Covas, Nunes tem dormido pouco e entra madrugada adentro acompanhando as sessões da Câmara dos Vereadores ou às blitz em festas e aglomerações.

O prefeito trabalha para aprovar quase 50 projetos de interesse do executivo que estão no parlamento. Menina dos olhos? O Pode Entrar, que vai substituir o Minha Casa, Minha Vida, extinto por Bolsonaro.

Jantares

Gilberto Kassab está trabalhando muito para aproximar Rodrigo Pacheco do empresariado brasileiro.

Front

O candidato da oposição na disputa pela OAB-SP, Anderson Pomini, desistiu de apoiar Leonardo Sica.

Montanha alta

Na live dessa semana com empresários, Tarcísio de Freitas comparou as dificuldades do governo para obras de infraestrutura às aventuras…de Indiana Jones.

O ministro citou, especificamente, a Ferrogrão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.