Após 14 meses, ‘fuga’ dos planos de saúde é interrompida

Sonia Racy

13 de setembro de 2016 | 11h11

Pesquisa recém-concluída pela Agência Nacional de Saúde Complementar aponta que, pela primeira vez em 14 meses, parou de cair o total de cidadãos inscritos em planos de saúde no País. Números de agosto, revelados nesta segunda-feira, mostram que nesse mês aumentaram em 32.148 os beneficiários – totalizando, no País, 48,347.967 consumidores. A fuga de beneficiários — num período de crise e aumento de desemprego — vinha ocorrendo, mês a mês, desde junho de 2015.

Seria o fim de uma tendência? Se for, o caminho de recuperação é longo. Nesses 14 meses a queda continuada somou 1,7 milhão de pessoas, que abandonaram planos de saúde no País. Eram, naquele mês, 50,1 milhões.

O levantamento da ANS revela, por outro lado, que os planos odontológicos continuam em alta. Em agosto as  adesões somaram 243 mil novos planos contratados.

Tendências: