Aos fatos

Sonia Racy

12 de dezembro de 2011 | 23h10

Nas investigações sobre o “sumiço” do cacique guarani-kaiowá Nísio Gomes, em 18 de novembro, o Ministério da Justiça já chegou a algumas conclusões: participaram da invasão do acampamento, no Mato Grosso do Sul, somente seis pessoas – e não 40, como se falou. E as balas usadas eram de borracha.

Até agora, a Justiça nada sabe sobre o paradeiro do corpo. Ou até mesmo se há corpo a ser encontrado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.